Paz, Amor & Yoga

Paz, Amor & Yoga

sábado, 4 de março de 2017

NAMASTE

Namaste!
Em todas as praticas de yoga falamos e ouvimos essa palavra mas afinal o que ela significa?

 Namaste é uma palavra em sânscrito, é uma saudação na Índia usada quando as pessoas se encontram. 

Namaste: 'Nama' significa arco, 'como' significa eu, e 'te' significa você. 

Namaste traduz literalmente como "me curvar você" ou "eu curvo-me a você."


Mas quando queremos "romantizar", ou melhor explicar seu significado espiritualmente; 
dizemos que ela significa "A luz que habita em mim comprimenta a Luz que habita em você".

É sempre um gesto de amor e respeito. 


"NAMASTE" Esta antiga palavra em sânscrito é muito significativa e sagrada. 

O poder por trás dessa palavra pode não ser imediatamente reconhecido, mas você verá a sua importância inerente e profunda energia: 

Na Índia, eles geralmente fazem o gesto colocando as mãos juntas para simbolizar o significado sem falar. 
No mundo ocidental, costumamos fazer o gesto e verbalizar o significado dizendo: "Namaste". 
O gesto c as mãos, pode ser feito colocando suas palmas unidas no charka do coração, fechando seus olhos e curvando sua cabeça. 
Também pode ser feito colocando as palmas das mãos em frente do terceiro olho, curvando a cabeça e, em seguida, trazendo as mãos para baixo para o seu coração. 
Muitas vezes você vai ver e ouvir isso no início ou no fim das aulas de yoga. 
No Yoga, o gesto é conhecido como Anjali Mudra ou Pronam mudra.
Este mudra (ou selo) é praticado juntando as palmas das mãos e as pontas dos dedos juntos, que são conhecidos como pontos de energia no corpo. 
Estes pontos são circuitos nervosos do cérebro, que estão ligados à parte superior do corpo.
 À medida que você aproxima suas mãos em seu centro, você está literalmente conectando os hemisférios direito e esquerdo de seu cérebro.
 Este é o processo de unificação yóguica. 

No yoga, tudo é um. 

Cada dedo simboliza qualidades diferentes. 
O dedo médio, o anelar e o dedo pequeno representam as três qualidades clássicas de toda a natureza (os Três Gunas). 
O dedo médio simboliza sattva (pureza, sabedoria e verdadeiro entendimento). 
O dedo anular simboliza rajas (atividade e movimento). 
E o dedo pequeno representa tamas (preguiça ou aborrecimento). 
O dedo indicador representa a alma individual e o polegar representa a alma final. 

Ao iogue é suposto transcender esses estados, progredindo da ignorância para a sabedoria. 

A saudação Namaste é a essência da prática yóguica, vendo o Divino dentro de toda a criação.

NAMASTE 
_/\_ 


segunda-feira, 22 de agosto de 2016

Koshas

 O que são Koshas,

 kosha; quer dizer camada.


Então aqui nós vamos falar das cinco camadas de uma forma bem simples e de fácil entendimento!!

Como já sabemos, no Yoga falamos sempre em tres corpos:

Corpo Denso: que é o físico, 
Corpo Sutil: que é a mente, 
Corpo Causal: que é o espírito

Esses  corpos tem ainda uma maior divisão e chamamos essa divisão de  camadas, essas camadas são 5, também conhecidas como Koshas:



1o é o Annamaya Kosha, corresponde ao corpo físico, carne, ossos, músculos, a parte  que é nutrida por alimentos.

2o é o Pranamaya Kosha, corresponde ao prana, a energia vital, é a força que une o corpo e a mente.

3o é o Manomaya Kosha, corresponde a camada mental que é conectada aos cinco sentidos, o pensamento.

4o é o Vijnanamaya Kosha, corresponde ao intelecto e a sabedoria, é o conhecimento especial, a intuição, o que vai além.

5o é o Anandamaya Kosha, corresponde ao a felicidade, a iluminação, a bem aventurança.





Quanto mais nos aprofundamos na ciencia do Yoga mais e mais vamos nos aprofundando nas camadas sutis do nosso próprio ser.




A ciencia do Yoga nos ajuda a viver plenamente, espero que você também esteja no caminho _/\_



terça-feira, 12 de julho de 2016

YOGA para crianças


 Hoje dei uma aula especial para crianças entre 5 e 10 anos no 
SESC Consolação!


E lembrei como é gostoso trabalhar com elas :)

As crianças são o que são, sem máscaras, sem travas e de novo me surpreendi como elas ficam concentradas, respeitando a prática, as respirações e os momentos de silencio.

Levei "ferramentas" para distraí-las, como animais, cabana, bexigas, histórias e música... e de novo, como da primeira vez ha alguns anos atras; amei o resultado, são coisas como essas que nos mostram a verdadeira mágica do yoga.
Obrigada crianças, adoro vocês _/\_

Yoga para crianças é bom para:

 Relaxar e se divertir... enquanto desenvolvem, não

somente coordenação, flexibilidade, força e equilíbrio,

 mas também consciência, melhora na capacidade

 de concentração, foco e autoconfiança.







Fiquei feliz com o resultado e com as crianças que encontrei lá !
Todas, dispostas, antenadas e sensíveis e prontas para fazer deste mundo um lugar melhor. 


Gratidão _/\_

terça-feira, 28 de junho de 2016

Sukha & Dukkha

 O que é isso?

Sukha traduzido do sanscrito e do Pali, quer dizer alegria, prazer, felicidade.
Mas é um estado de felicidade plena, duradouroe não apenas transitório, por isso a mente tem que estar em  estado de absorção, entrega, paz e relaxamento.

Dukkha traduzido do pali, quer dizer "sofrimento" e é um dos princípios fundamentais do budismo.
É chamado de "a primeira nobre verdade" e diz que o sofrimento é uma característica básica do universo, sendo causado pela transitoriedade e substancialidade de todos os fenômeno.

Então costuma-se dizer que os dois são opostos, mas apesar de não ser fácil os yogis acham que esse período de Dukkha, ou melhor de sofrimento, pode ser muito bem vindo, pois nos prepara para sermos melhores.
Mas na verdade quando estamos sofrendo por algum fator, saúde, problemas financeiros, família ou qualquer coisa que seja, sabemos que não é fácil... então abaixo seguem 5 dicas de como devemos fazer para sair, ou melhor, saber passar por isso e tirar proveito desse momento.

1)Reconhecer a dor, saber que está sofrendo e descobrir o motivo disso. Então devemos chorar, colocar para fora, para não deixar isso crescer e te martelar por dentro.
2)Lembrar que isso não é um privilégio seu, que você não está sozinho, lembrar que existem muitas pessoas nesse mundo com problemas iguais, ou muito maiores que os seus.
3)Tudo passa, sim, devemos lembrar que tudo nessa vida é efêmero, e que o tempo é um santo remédio, então você pode estar assim agora, mas pense positivo para o amanhã ser melhor.
4)Aprender com isso, fazer com que seu sofrimento te traga algum ensinamento, aproveitar para refletir, meditar, orar.
5)Cultivar o bem, ou seja, cultivar o que te faz bem, como digo sempre; fazer coisas que você gosta, fazer o que te dá prazer, (prazer no bom sentido, de forma saudável), estar com pessoas que você ama, praticar atividades que te agradam, e também e sempre praticar; amor, caridade, gratidão, compaixão...


Fotos retiradas da internet
Se você quiser saber mais, achei esse link e gostei:
https://theravadaforall.wordpress.com/2011/08/06/se-dukkha-nao-e-sofrimento-sukha-nao-e-felicidade-if-dukkha-is-not-suffering-isn%C2%B4t-sukha-happiness/

segunda-feira, 20 de junho de 2016

Yoga X #selfies#

     
Todo mundo hoje em dia tem muitos acessórios e aplicativos e passa boa parte do tempo conectado....e todos sabem que agora tirar fotos de si mesmo é um hábito/moda/excesso de ego....sei lá....


E eu fico me perguntando;
 o que isso tem a ver com yoga ?????


Vocês sabem que adoro fotografar, que amo cor e  imagens, então gosto muito de todos esses aplicativos, instagran, pinterest, mas me pego vendo  fotografias completamente malucas, fotos de práticas que mais parecem contorcionismo misturado com exibicionismo e fico me perguntando onde está o Yoga nisso ai....

Lembrei de uma frase que  O Professor Marcos Rojo diz sempre: 


"Uma coisa são Asanas, posturas, com pausa e concentração,  e outra coisa são;  "poses".
No Hatha Pradipika encontrei uma citação que tem tudo ha ver com isso:

"Os yogins que desejam o êxito no yoga devem manter a ciencia do Hatha estritamente secreta. É eficiente quando oculta; revelada não".

Uma coisa é uma coisa e outra coisa é outra coisa.


_/\_


todas as imagens foram retiradas da internet

terça-feira, 7 de junho de 2016

Dia do Yoga

21 de junho, 

O dia Mundial do YOGA

o Dia da Luz e da Sabedoria

 O Dia Mundial do Yoga foi projectado pela primeira vez em Portugal, pela Confederação Portuguesa do Yoga, no ano de 2001. 

É um Dia pelo Planeta, pela Humanidade, pela Fraternidade, pela Vida e  pelas desigualdades mundiais.

A data é o dia 21 junho  (comemorado sempre no Domingo seguinte), um dia Supra Cultural, o solsticio ( de Verão no hemisferio Norte e de Inverno no hemisferio Sul). 
Este dia tem o elevado objetivo de ser um Dia sem derramamento de sangue durante 24 horas em todo o planeta, sendo efectivamente comemorado desde 2001.
O Dia Mundial do Yoga é candidato precursor junto à ONU e UNESCO ao primeiro dia global - por uma Humanidade lúcida e fraterna e pela importância da vida valorizando-se o que a Humanidade tem em comum e pela Sustentabilidade da Diversidade. 
A 5 de Dezembro de 2011 foi efectuada a proclamação do Dia Mundial do YogaWorld Yoga Day em Bengaluru, na India.
O Dia da Luz e da Sabedoria a ela associado  – é uma data que não celebra qualquer acontecimento humano, mas é um Auspício Cósmico, um Dia que realça a relação entre a Terra e o Sol, e por consequência com a Galáxia e o Cosmos,  é cantado em todas as Culturas em todos os tempos e em todos os continentes.
Neste dia realizam-se várias atividades relacionadas com esta atividade física, como sessões de demonstração e aulas ao ar livre. 
No Dia Mundial do Yoga vários praticantes reúnem-se para celebrar a data e mostrar um pouco mais sobre esta modalidade que pode ser praticada por todas as idades.
Neste dia devemos ajudar a manter à paz e fraternidade entre os indivíduos para a construção de um mundo melhor.

Se informe no calendario da sua cidade e escolha o que voce vai fazer!!
Namaste 

segunda-feira, 6 de junho de 2016

Yoga X problemas

Sabia que o YOGA tambem nos ensina e nos ajuda  a lidar melhor com nossos problema...

Sim, além de vários outros beneficios, o yoga tambem nos ajuda no dia a dia; com o passar do tempo vamos percebendo as mudanças acontecendo dentro e fora de nós.







Muitas vezes nas nossas vidas deixamos passar, as vezes por comodismo, por orgulho ou mesmo por raiva, pequenos momentos de desconforto ou incômodo;
quando fazemos yoga, aprendemos também a lidar melhor com os pequenos desconfortos e problemas das nossas vidas...

Começamos lidando com desconfortos no nosso corpo, por falta de força, ou de alongamento, depois com desconfortos  de corpo e mente, quando precisamos ficar muito tempo na mesma postura, e precisamos aprender a lidar com paciencia, disciplina e determinação, nas respirações, meditações e depois começamos a levar essa prática para o nosso dia a dia, quando  de repente percebemos que nossa vida está melhor, fluindo mais facilmente e que nós temos maior concentração e equilibrio nas nossas ações.


Vou contar agora uma historinha que aconteceu essa semana e que talvez te ajude a lidar melhor com seus problemas.

Dou aula em um espaço que tem uma aula em seguida da outra e  um aluno ficou um pouco nervoso pois a aula anterior não terminava e eu resolvendo tomar as dores do aluno, entrei em sala, já com 10 min de atraso e fui logo falando com o professor que assim era demais e não podia ser:
Isso aconteceu na frente de todos, o que deixou o professor constrangido, eu não percebi na hora que ele havia se ofendido, mas na aula seguinte, senti um clima pesado e resolvi conferir com ele e esclarecer que o horario deve ser respeitado, o professor no caso, havia simplesmente resolvido que não me cumprimentaria mais.....

tentando entender o lado dele e não deixando o desconforto tomar conta de nossas vidas, esclareci, ficamos bem e é vida que segue.....

Agora imagine se por outro lado eu ficasse quieta ou tambem fechasse a minha cara... o que  foi resolvido facilmente poderia ter virado um verdadeiro drama...

Essa é uma das mágicas do Yoga; aprender a lidar com as situações.

_/\_